Receba atualizações exclusivas da BurberryEntre na nossa comunidade: inscreva-se para receber atualizações exclusivas da Burberry
  • Conta
  • Bolsa de compras

Conheça nosso novo embaixador da Burberry

Son Heung-min

00:00-00:00
Video of Son Heung-min

REPRODUZIR

A estrela de futebol da Coreia do Sul, Son Heung-min, nunca faz as coisas pela metade. Apesar de alguns obstáculos no início, Heung-min perseverou, criando um nome para si mesmo em seu país natal, antes de se mudar para a Inglaterra para jogar na Premier League.

Como o ganhador do famoso prêmio, Bola de Ouro, Heung-min está rapidamente se estabelecendo como um dos maiores jogadores no mundo. Como atacante do Tottenham Hotspur e capitão da equipe de futebol da Coreia do Sul, a estrela do futebol coreano inspira à todos com seu espirito pioneiro nos esportes.

Constantemente superando limites, sua carreira é uma grande exemplo de usar a liberdade de nossa imaginação para ir além das expectativas e descobrir novos e animadores horizontes.

Nós conversamos com nosso novo embaixador da Burberry sobre sua jornada, objetivos futuros, conselhos para aspirantes à estrelas do futebol e mais.
Son Heung-min

Burberry: Qual conselho você poderia dar aos jovens que desejam começar uma carreira no futebol?

Son Heung-min: Desejo que eles comecem a jogar futebol porque realmente gostam de jogar. Eu, pessoalmente, comecei minha carreira porque amava o esporte mais do qualquer outra pessoa. Acredito que esta paixão me permitiu superar as dificuldades e me motivou, até hoje, a jogar futebol.

Quais são alguns dos obstáculos que teve que enfrentar durante sua jornada e como você os superou?

Acredito que cada pessoa tem suas próprias dificuldades. Para mim o caminho não foi sempre fácil. Eu superei [dificuldades] ao pensar sempre sobre meu sonho e aos sentimentos à ele vinculados que eu tinha desde criança. Eu repito a cena de quando me dirigi ao meu pai e lhe disse que queria jogar futebol e que amava jogá-lo. Isso volta à minha resposta para a primeira pergunta, se você realmente ama futebol – e nunca se esqueça disso – será capaz de superar qualquer obstáculo e seguir adiante.

Como o futebol coreano difere da forma que você joga no Tottenham? Você tem que adaptar seu estilo de alguma forma?

Jogar para a equipe nacional coreana de futebol e para o Tottenham não é diferente em termos de estilo de jogar. Mas a grande diferença, é que atualmente sou o capitão da equipe nacional coreana de futebol, e tenho que pensar também em toda a equipe. Tenho que me sair bem e tenho que pensar muito sobre como meus colegas da equipe possam se sair melhor. Mas, fora isso, todo o restante é o mesmo. Quando entro em qualquer estádio, sempre penso como posso fazer o melhor hoje e com as oportunidades que me foram dadas.

‘Quando eu era criança, ficava feliz só de ver a bola de futebol e a seguia para onde quer que fosse. Esse entusiasmo permanece até hoje.’

Vamos falar sobre alguns de seus trabalhos de filantropia - qual foi sua inspiração para se envolver com o Programa Alimentar Mundial?

De fato, eu estava uma pouco cego em relação ao assunto antes de participar do PAM e fui muito afortunado em ser apropriadamente apresentado ao programa. Após conhecer a seriedade da fome no mundo e a escassez de alimentos, não poderia parar [de ajudar] já que a situação era ainda mais grave do que eu pensava. Não é correto não ajudar quando você sabe que há um problema lá fora e você pode fazer algo para solucioná-lo. Sinto que há muitas pessoas que pensam como eu – algumas pessoas não são capazes de ajudar por não estarem cientes do problema. Portanto, é importante que aprendam ativamente sobre nosso mundo. E, eu acredito no 'efeito bola de neve' – quando todos se juntarem, seremos capazes de fazer uma enorme diferença.

Você pode nos contar mais sobre sua jornada para o mundo do futebol: você consegue lembrar quando percebeu o quão talentoso você é?

O motivo pelo qual eu comecei a jogar futebol foi porque meu pai estava trabalhando como treinador de futebol e eu estava naturalmente exposto ao campo de futebol e às bolas de futebol. De acordo com meus pais, enquanto outras crianças brincavam com brinquedos, eu apenas jogava com uma bola de futebol. Após uma certa convivência com o esporte, eu comecei a jogar oficialmente em meu terceiro ano do ensino fundamental da escola. Eu comecei a jogar porque isso era bastante natural para mim, não porque eu fosse bom o suficiente. E eu não acredito que eu jogue futebol por ter um talento especial. No entanto, posso afirmar que amo este esporte mais do que qualquer outra pessoa. Quando eu era criança, eu ficava feliz só em ver a bola de futebol e a seguia para onde ela ia. Aquele entusiasmo permanece em mim até hoje.

O mundo da moda está mesmo gostando de você, qual é a sensação de estar em capas de revistas de moda?

É realmente incrível! Me sinto muito grato pelo interesse das marcas de moda em mim, embora isso não seja minha área de expertise. Eu sempre penso como posso fazer melhor para atender a marca porque considero uma enorme honra.
Son Heung-min
Son Heung-min

Como você descreveria seu estilo pessoal?

Meu estilo é bastante simples. Eu gosto de vestir uma camiseta básica com calças jeans. Mesmo quando vou para o treinamento, gosto de usar chinelos. E isso é o mesmo com meu estilo de vida – é bem simples.

Como você se sente sendo um embaixador da Burberry?

Quando cheguei na Inglaterra pela primeira vez, tive a oportunidade de fazer uma visita na fábrica da Burberry. Isso foi há muito tempo, portanto não consigo me lembrar exatamente de qual fábrica visitei, mas me lembro que foi um momento alegre. Parece-me surreal o fato de ter me tornado embaixador da Burberry. Estou feliz em me juntar à família Burberry, também porque estou jogando na Premier League inglesa. Eu sempre gosto de expressar minha gratidão aos ingleses pelo apoio e amor que me dão. Eu trabalharei intensamente para transmitir as mensagens da Burberry e para que a marca possa brilhar.

Você é o primeiro jogador asiático a ganhar a Bota de Ouro na Premier League. Quais são seus próximos objetivos para o futuro?

Não penso que meus objetivos mudaram apenas por ter ganhado a Bota de Ouro. Desde quando eu era criança, sempre me diziam para sonhar grande. Eu acredito que quando você sonha grande, isso lhe dá forças e motivação de trabalhar para alcançar o sonho. Meu sonho ainda é o mesmo de quando eu era uma criança, de me tornar o melhor jogador de futebol no mundo.
Linha cinza

Descubra mais

Novidades para ela

Novidades para ela

  • Conheça já
Histórias

Stories da Burberry